fbpx

Editora Quitanda

CONTACTO@EDITORAQUITANDA.COM

(11) 99762-5000

0

Resumo do pedido

0
Subtotal: R$0,00

Nenhum produto no carrinho.

0

Resumo do pedido

0
Subtotal: R$0,00

Nenhum produto no carrinho.

PROMESSAS DE “LEITURA” NUNCA CUMPRIDAS.

Umas das promessas mais recorrentes em quase todos os inícios de anos, é sobre metas de leitura. Todos prometem ler pelo menos um livro por mês, mas, tão logo o ano termina, ao se fazer um pequeno balanço percebe-se que tal promessa não foi cumprida. Os motivos são inúmeros, mas, a falta de planejamento e determinação é um dos fatores que impedem o cumprimento dessa promessa.

Sendo assim, este pequeno texto, tem como objetivo dar algumas dicas de como proceder para ler melhor e cumprir suas metas de leitura.

QUANDO COMEÇAR?

Antes de começar a ler, é preciso saber que “alguns livros são para degustação, outros para ser engolidos, e alguns poucos para ser mastigados e digeridos”, ou seja, saber o tipo de livro que estás prestes a ler, é fundamental, visto que isso determinará o nível de leitura exigido.

Sertillanges (2014), em seu livro “A vida Intelectual”, compreende que existem pelo menos quatro espécies de leitura. (1) As fundamentais, (2) as ocasionais ou edificantes, (3) as leituras de treinamento e (4) as leituras relaxantes. Saber isso é fundamental antes de começar a ler. Qual é a finalidade da minha leitura?

Feito isto, mais do que ler, é preciso se planejar para a leitura. Considerando que a leitura é uma disciplina, se dedicar de forma contínua e regular é o segredo. Deste modo, adianto que a espontaneidade é nossa inimiga, é preciso separar de maneira intencional um tempo do seu dia e reservá-lo exclusivamente para a leitura, ainda que seja apenas 30 minutos diários.

PARA LER E CUMPRIR AS PROMESSAS.

As dicas são simples, mas valiosas. Lembre-se que “a leitura é um processo que se estende pela vida toda”, sendo assim:

1- Separe um tempo para se dedicar à leitura.

O período reservado para a leitura é imprescindível. Você não terá sucesso se deixar a leitura para um momento em que estiveres muito cansado, a leitura não vai fluir e será muito fácil desistir. Sendo assim, separe um tempo do seu dia em que você estará mais disposto e menos cansado.

2- Comece devagar.

Ninguém se torna um atleta do dia para noite, é preciso treino, começando do simples e fácil para se atingir níveis mais altos. Não é diferente com a leitura. É por esse motivo que Sertillanges (2014), nos sugere que a primeira regra é: leiam pouco. Com isso, ele não quer que reduzamos a leitura sem motivos, antes, sua justificativa é a de que: Se queremos formar-nos uma mente abrangente, praticar a ciência comparada, manter à nossa frente o horizonte aberto: isso não se dá sem muita leitura. Porém muito e pouco se opõem apenas se considerados dentro de um mesmo campo. Aqui é necessário muito no absoluto, pois a obra é vasta; mas pouco, com relação ao dilúvio de escritos cuja mais ínfima das especialidades basta para abarrotar as bibliotecas e as almas. (2014, p. 119).

3- Não é preciso ler todos os dias, porém, é fundamental respeitar o período reservado para a leitura.

Por mais que ignoremos os clichês, existem alguns que fazem muito sentido, por exemplo: “devagar se vai longe”, isso é verdade, e para quem deseja começar a ler é um princípio importante. Para você estabelecer um hábito de leitura, a pressa e o excesso são os maiores inimigos, sendo assim, talvez ler quatro vezes por semana, porém, nos períodos estabelecidos pode ser uma estratégia interessante.

4- Comece agora

Não adianta apenas planejar, separar um período para leitura, é fundamental colocar em prática. Após selecionar o livro que deseja ler e depois de ter estabelecido o período que deseja passar a ler, agora só falta algo simples, porém, necessário começar a ler.

Para te ajudar nesse começo de jornada, separamos alguns livros que podem ser interessantes para esse início de ano.

Pertencer: Uma busca por amor e identidade

Autora: Aline Meyer.

Nesta obra, a autora nos sugere que nosso verdadeiro lugar de pertencimento, é nos braços amorosos de Jesus.

Quão Africano é o Cristianismo

Autor: Thomas C. Oden

Este livro é imprescindível para quem deseja aprender a história do movimento cristão africano.

Quando a vida não sai do lugar.

Autor: Daniel Lucena.

Uma proposta interessante para prosseguir em meio as circunstâncias difíceis da vida.

Simples assim: Espiritualidade Simples para tempos difíceis.

Organizado por Tomás Camba.

Uma obra que nos ensina como articular a espiritualidade com as atividades do dia a dia.

Todos os livros podem ser encontramos no site da Editora: https://editoraquitanda.com/

Posts Relacionados

PROMESSAS DE “LEITURA” NUNCA CUMPRIDAS.
NATAL NA PERSPECTIVA BANTU (AFRICANA)
Igreja digital? a missão da igreja hoje.
Wishlist 0
Continue Shopping